Vacina para alunos com Síndrome de Down na APAE de Porto União

A vacina é muito mais que a prevenção individual, você está protegendo também o próximo e, consequentemente, na diminuição de casos. Vacinas exercem a função de estimular o nosso corpo na produção da resposta imunológica a fim de nos proteger.


Segundo a Lei Brasileira de Inclusão, em seus artigos 9º e 10º deve-se garantir a prioridade no atendimento das pessoas com deficiência durante as situações de risco, de emergência ou estado de calamidade pública.


Por isso, estamos muito felizes em noticiar que na segunda-feira (10/05) recebemos a equipe de saúde da prefeitura de Porto União para a primeira dose da vacina contra o COVID-19. Foram vacinados no total 9 alunos com Síndrome de Down que possuem entre 18 à 59 anos, acompanhados de seus familiares.


Para entender a urgência dessa ação, é necessário dizer que as pessoas com Síndrome de Down estão mais suscetíveis a viroses e infecções por bactérias, o risco de morrer é 10 vezes maior em comparação com as demais pessoas, segundo indicou um estudo da Universidade de Oxford, do Reino Unido. Além do organismo envelhecer precocemente, muitos têm problemas no coração, são obesos ou sofrem com problemas de audição ou de hipotireoidismo.


Aguardamos ansiosamente para que em breve todos os nossos alunos recebam a vacina, pois a maioria apresenta morbidade, dificuldade em utilizar máscaras de proteção e manter distanciamento social, o que traria assim, um pouco mais de proteção e segurança para continuarmos nosso trabalho junto a eles.