Prevenção

Programa Prevenir

Dados da Organização Mundial de Saúde revela que existem aproximadamente quinhentos milhões de pessoas com deficiência no mundo e 70% delas poderiam ser evitadas, por meio de ações preventivas.


Pensando nisso a Federação das APAEs de Santa Catarina desenvolveu o Programa Prevenir que tem como objetivo implantar ou implementar o programa de prevenção de deficiência em todos os municípios catarinense.


A APAE acredita que esta ação educativa é uma estratégia simples, de menor custo comparado com a reabilitação e com o tratamento, que pode ser aplicada à nossa realidade, através de informação e orientação ou campanhas, conscientizando a sociedade sobre medidas e cuidados básicos antes e durante a gravidez, na hora do parto e após o nascimento, acompanhando o desenvolvimento da criança.  


Na APAE de Porto União o projeto está sendo realizado pela Equipe de Saúde (fonoaudiólogas, fisioterapeutas, terapeuta ocupacional, psicóloga e assistente social) e Equipe Pedagógica da instituição.


O primeiro passo para Prevenir as Deficiências é conhecer as causas e manifestações, para saber como evitá-las. A organização de palestras, dinâmicas, mesas redondas e panfletagens de conscientização são algumas atividades que estão sendo desenvolvidas pela equipe.


As frentes de atuação são:

  • - A Prevenção primária pretende evitar a causa de um problema de saúde em um indivíduo ou uma população antes do seu surgimento.

  • - A prevenção secundária de deficiências pretende retardar o progresso da doença e possibilitar um tratamento imediato, através de um diagnóstico precoce.

  • - A prevenção terciária procura evitar a incapacidade total quando já existem alterações anatômicas e fisiológicas instaladas proporcionando atendimento digno, decente e adequado às pessoas com deficiência

Prevenir é uma necessidade que pressupõe conhecimento de causas e situações de risco capazes de gerar deficiência. Assim, difundir informações e investir em ações de saúde, educação, alimentação, habitação, trabalho e lazer são princípios básicos de cidadania, que podem diminuir os índices de pessoas com deficiência.


Quanto mais cedo for detectada a deficiência, maior será a possibilidade de reabilitação. Fique atento!


As deficiências atingem todas as camadas sociais, sendo responsabilidade de todos a socialização de conhecimentos e a promoção de ações preventivas junto a todos os segmentos da comunidade.